Seja bem vindo

Se você já possui cadastro na nossa loja, informe abaixo seus dados de login para entrar

Cód. Produto: 1065787

APRENDER COM A LOUCURA

Autor(es):
89.9

Calcule o frete e o prazo

loader
Tipo de entrega Entrega* Valor

* O prazo de entrega inicia-se no 1º dia útil após a confirmação do pagamento. Informações referentes apenas para 01 unidade deste item.

Ao longo da história do modernismo europeu, filósofos e artistas foram fascinados pela loucura. Algo diferente aconteceu no Brasil, porém, com a “arte dos loucos” que floresceu dentro dos movimentos modernistas ali. Entre as décadas de 1920 e 1960, a direção e criação de arte por doentes mentais foi ativamente incentivada por figuras proeminentes tanto da medicina quanto da crítica de arte, o que levou a uma apreciação muito mais ampla entre os curadores das principais instituições de arte moderna no Brasil, onde peças fazem parte de importantes exposições e coleções. Kaira M. Cabañas mostra que no centro dessa defesa estavam proponentes importantes como os psiquiatras Osório César e Nise da Silveira, que defendiam tratamentos que incluíam estúdios de pintura e desenho; e o crítico de arte Mário Pedrosa, autor de teses gestaltistas sobre a resposta estética. Cabañas examina a influência duradoura desta era única do modernismo brasileiro e como a vida após a morte desta “arte de fora” continua a levantar questões importantes. Como respeitamos as experiências dos loucos enquanto seu trabalho é visto pelas lentes da arte global? Por que essa arte está reaparecendo agora que as definições de arte contemporânea global estão sendo contestadas? Aprender com a loucura oferece uma série revigorante de estudos de caso que traçam os paralelos entre o trabalho de pacientes psiquiátricos na Europa Ocidental e sua recepção por artistas influentes de lá, para uma situação análoga, mas totalmente distinta, no Brasil.
Autor(es):
CABAÑAS, KAIRA M.
Dimensões:
1,5cm x 16,0cm x 23,0cm
Páginas:
274
ISBN:
9788546904853
Código:
1065787
Código de barras:
9788546904853
Edição:
1ª EDIÇÃO - 2023
Data de Edição:
04/09/2023
Idioma:
PORTUGUÊS
Peso:
390
  • Informações do produto Seta - Abrir
    Ao longo da história do modernismo europeu, filósofos e artistas foram fascinados pela loucura. Algo diferente aconteceu no Brasil, porém, com a “arte dos loucos” que floresceu dentro dos movimentos modernistas ali. Entre as décadas de 1920 e 1960, a direção e criação de arte por doentes mentais foi ativamente incentivada por figuras proeminentes tanto da medicina quanto da crítica de arte, o que levou a uma apreciação muito mais ampla entre os curadores das principais instituições de arte moderna no Brasil, onde peças fazem parte de importantes exposições e coleções. Kaira M. Cabañas mostra que no centro dessa defesa estavam proponentes importantes como os psiquiatras Osório César e Nise da Silveira, que defendiam tratamentos que incluíam estúdios de pintura e desenho; e o crítico de arte Mário Pedrosa, autor de teses gestaltistas sobre a resposta estética. Cabañas examina a influência duradoura desta era única do modernismo brasileiro e como a vida após a morte desta “arte de fora” continua a levantar questões importantes. Como respeitamos as experiências dos loucos enquanto seu trabalho é visto pelas lentes da arte global? Por que essa arte está reaparecendo agora que as definições de arte contemporânea global estão sendo contestadas? Aprender com a loucura oferece uma série revigorante de estudos de caso que traçam os paralelos entre o trabalho de pacientes psiquiátricos na Europa Ocidental e sua recepção por artistas influentes de lá, para uma situação análoga, mas totalmente distinta, no Brasil.
  • Especificações Seta - Abrir
    Autor(es):
    CABAÑAS, KAIRA M.
    Dimensões:
    1,5cm x 16,0cm x 23,0cm
    Páginas:
    274
    ISBN:
    9788546904853
    Código:
    1065787
    Código de barras:
    9788546904853
    Edição:
    1ª EDIÇÃO - 2023
    Data de Edição:
    04/09/2023
    Idioma:
    PORTUGUÊS
    Peso:
    390